Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

em destaque

DAR CORDA ÀS PALAVRAS

Está na hora de dar corda às palavras e de escrever poesia! Para já, vamos apenas «brincalhar» com as palavras, letras e traços.  Porque efetivamente pode fazer-se poesia (talvez seja melhor dizer: jogos poéticos) com ou a partir de sinais gráficos. Ora vejam alguns exemplos do poeta / publicitário Alexandre O’Neill (na foto), do livro Poesias Completas, editado pela Assírio e Alvim:


^ Se me puseres serás a mais bonita das mulheres.

^ Dou guarida e afecto a vogal que procure um tecto.

Em aberto, em suspenso Fica tudo o que digo. E também o que faço é reticente…

(   )

Quem nos dera bem juntos sem grandes apartes metidos entre nós!
.
Depois de mim: maiúscula Ou o espaço em branco Contra o qual defendo os textos

Agora tentem vocês…

Escolham um traço ou sinal gráfico e «vejam»: o que vos sugere,  o que vos lembra,  o que vos (a)parece…. e escrevam-no... utilizando «as melhores palavras na melhor ordem» ou como nos recomenda o escritor catalão Miquel Desclot, quando escreve:
Os saltimbancos do circo só nos emocion…

Mensagens mais recentes

10 de Letra - Aspas Angulares

EM ALGUM LUGAR

SUGESTÃO DE LEITURA - CORAÇÃO DE MÃE

DICA DE LEITURA – Comentário aos direitos do leitor

Encontros em Escolas e Bibliotecas...

Como escrever Poesia?

10 DE LETRA I ENTRE ASPAS - 1

A PAZ